Professor é pego militando contra o agronegócio no Mário Quintana, direção se manifesta

ATUALIZAÇÃO 2: CIPEL (Centro das Indústrias de Pelotas) publicou Carta Aberta sobre o ocorrido, afirmando a inexistência de prejuízos ao meio ambiente e a importância do agronegócio para a economia da Região Sul. Confira no link. O Sindicato Rural de Pelotas também emitiu Nota cobrando posicionamento da escola e lembrando da importância do arroz e da pecuária na nossa região, citando Pedro Osório (arrozeiro e pecuarista) que dá nome a praça principal de Pelotas. Veja a nota aqui.

ATUALIZAÇÃO: Infelizmente a Direção da Escola Mário Quintana se rebaixou à militância que promove o ódio e desinformação contra agricultores e apagou o post no Instagram no qual combatia, por meio de nota, a postura ideológica do professor. Incluímos imagem da Nota de Esclarecimento excluída abaixo como forma de registro.

Repercute na Internet fotos capturadas durante uma aula na Escola Mário Quintana, em Pelotas/RS, onde o professor faz militância ideológica contra o agronegócio. Na aula, como forma de combater o “aquecimento global” e o “efeito estufa” é sugerido a diminuição do consumo de carne e arroz e outras soluções sem consenso científico.

A direção da Escola se manifestou contrária ao conteúdo da aula em Nota de Esclarecimento direcionada aos produtores rurais da região:

“Fomos tomados de surpresa quando soubemos de um grave equívoco de um professor de nossa escola, que ao tratar do tema “efeito estufa” em sala de aula, propôs como uma das soluções “diminuir o consumo de carne e arroz”.

Queremos esclarecer que foi uma colocação infeliz, desprovida de fundamentação teórica, técnica e científica. Além disso, salientamos que nossa visão é totalmente oposta, pois reconhecemos e valorizamos nossa história de produção pecuária e orizícola.”

Prof. Carlos Valério (Fundador da escola Mário Quintana)

Na internet a Produtora de Conteúdo para o Agronegócio, Camila Telles, repercutiu o episódio em seu Instagram:

Nota de Esclarecimento da Escola Mário Quintana, apagada do Instagram pela Direção. A Direção concorda com quem pratica Fake News contra produtores rurais?

Um comentário em “Professor é pego militando contra o agronegócio no Mário Quintana, direção se manifesta

  1. Incrivel como disseminaram por toda parte esquerdistas com ideias atrofiadas, tentando fazer a cabeça de nossos alunos. Sinto vergonha desse professor que é meu colega.

Deixe uma resposta para Soleni Peres Heiden Cancelar resposta